sexta-feira, 3 de julho de 2009

Em má fase com a BMW Sauber Heidfeld já conversa com outras equipes para 2010

Após ampliar seu contrato com a BMW apenas no fim da temporada 2008, Nick Heidfeld novamente pode mudar de ares. Aos 32 anos, o piloto alemão até tem especulado uma nova renovação, mas admite que está conversando com "várias equipes" visando ao próximo Mundial de Fórmula 1.No último campeonato, Heidfeld já ficara pressionado na BMW por causa do início ruim, em que foi constantemente ocultado por Robert Kubica. Na sequência, o experiente piloto conseguiu evoluir e diminuir a vantagem do companheiro, porém, parece claro nos bastidores que a montadora agora gostaria de apostar em um nome mais jovem - o que desponta é o do também germânico Nico Rosberg, insatisfeito com as condições na Williams. Em entrevista à publicação Eurosport, Heidfeld deu ainda mais força a essas especulações, reconhecendo que, mesmo querendo permanecer, a ampliação de seu contrato não será fácil. "Juntos nós atingimos muito comparado aos rivais, mas estou conversando com vários times - não apenas a BMW", afirma ele, limitado a apenas seis pontos em 2009.Caso realmente deixe a montadora a qual defende há três anos, o homem nascido em Monchengladbach espera fechar com outra escuderia forte, já que "ainda" vislumbra o título mundial."Quero isso mesmo que só aconteça quando eu tiver 40 anos", aponta o piloto, que em 160 grandes prêmios disputados na F1, jamais conquistou uma vitória. "Se você observar os anos anteriores, havia gente guiando até 38 ou 39 anos, então ainda tenho algumas temporadas pela frente".

3 comentários:

Thiago Raposo disse...

Olá...obrigado pelo comentário lá no Café com F1! Quando você falou em parceria, você estava falando em troca de links?
abraços...

Thiago Raposo disse...

Sim, aceito...e se não foi muito abuso, ainda tenho o www.nascarbrasil.com, vou já colocar o seu..

Bruno Santos disse...

Heidfeld nunca se acertou muito bem por onde passou. Não acho que seja piloto para ser campeão mundial, mas merece uma vitória. Se na BMW o clima é ruim, um piloto experiente assim, seria importante para equipes que querem crescer, como as novatas que chegam ano que vem. O mercado começa a esquentar.

Parceria aceita =D
Abraços.